Área do associado Área do aluno Anuncie aqui

Cumprir regras para garantir excelência na administração de condomínios

"É importante que sejam criadas regras no processo de administração de condomínios que atuem no sentido de direcionar a jurisdição e as incumbências de cada um dos envolvidos"

Respeitar padrões éticos e cumprir as regras vigentes são princípios básicos em qualquer área e no mercado imobiliário não é diferente. Na rotina dos imobiliaristas, é fundamental que sejam estabelecidos e cumpridos parâmetros para a atuação das empresas e dos profissionais. No campo da administração de condomínios, em específico, é essa postura que garante a qualidade dos serviços prestados.

 

A administração de condomínios abrange diversas tarefas, normalmente executadas por diferentes empresas e profissionais, como conservadoras, imobiliárias, síndicos externos e as próprias empresas administradoras. Para atender da melhor forma o público, portanto, é fundamental trabalhar em conjunto, de forma coordenada e idônea, levando em consideração os princípios do compliance.

 

Originado do inglês, o termo compliance se refere à sintonização das empresas com as regras em vigor. Diz-se, portanto, que as instituições estão em compliance quando têm um total alinhamento com as normas e com a políticas vigentes internamente e também com as diretrizes externas estabelecidas por lei.

 

Sabemos que, a cada dia, o mercado, as entidades e os clientes tornam-se mais exigentes quanto ao cumprimento das regras que regem a administração de condomínios. Em um cenário de maior poder de vigilância e fiscalização, é cobrada dos profissionais e empresários uma postura comprovadamente ética, honesta e transparente. Nesse sentido, ao envolver diferentes organismos e prestadores de serviço, é importante que sejam criadas regras no processo de administração de condomínios que atuem no sentido de direcionar a jurisdição e as incumbências de cada um dos envolvidos.

 

Nesse sentido, a Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG) contratou um escritório especializado em compliance para auxiliar os associados e demais interessados a implementarem medidas de alinhamento com os padrões éticos e legais vigentes no mercado. Em parceria com o escritório Homero Costa Advogados, serão agregados à UniSecovi cursos específicos, que prestarão informações e dicas para que o público se adapte da melhor forma às exigências e às demandas do setor de administração.

 

O fato é que, à medida que as empresas se adaptarem ao compliance, a qualidade do trabalho prestado para os condomínios também tenderá a melhorar. Por isso, pretendemos oferecer para os condomínios a opção de contratar empresas que tenham, com o compliance, a garantia de uma atuação ética. Nesse sentido, os cursos serão uma ferramenta para que as empresas capacitem a própria diretoria e os funcionários para agir de acordo com o compliance.

 

O repertório de cursos que serão oferecidos para o mercado tem sido pensado por meio de diálogos entre a diretoria da CMI/Secovi-MG e o escritório contratado. Em conjunto, estão sendo mapeadas as principais demandas do mercado imobiliário.

 

Com as questões identificadas, serão traçadas, ainda neste ano, as formações pertinentes para que profissionais e empresas envolvidos na administração possam se capacitar. Os participantes dos cursos serão contemplados com o selo de compliance, que poderá representar um diferencial e uma garantia de qualidade dos serviços prestados.

 

Durante os cursos, serão abordadas as estratégias burocráticas que devem ser adotadas pelas empresas para se manter em dia com as obrigações fiscais. As diferentes modalidades de contrato e as questões legais e trabalhistas também serão temáticas trabalhadas no campo do compliance imobiliário. Pretendemos, com essa iniciativa, oferecer um canal para que o público tenha informações embasadas, advindas de profissionais experientes e especializados no setor.

 

Em um cenário de competição acirrada, é importante regras que direcionem o setor de administração de condomínios para que haja uma concorrência justa e saudável. Afinal, condutas e medidas inadequadas afetam não apenas uma empresa ou um profissional, mas todo o segmento. Ao fechar as portas ou não atender devidamente um cliente, por exemplo, todo o mercado imobiliário é prejudicado. Conscientização e união do mercado: essas são nossas diretrizes.


Fonte: Jornal Estado de Minas - Lugar Certo

Copyright © 2018 - SecoviMG Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por