Área do associado Área do aluno Anuncie aqui

Foco Imobiliário: Comprar apartamento em BH está mais vantajoso, aponta levantamento do Data Secovi

O desempenho do mercado imobiliário em Belo Horizonte no ano passado sinaliza a recuperação do setor. Essa é uma das conclusões do estudo divulgado nesta semana pelo Instituto Data Secovi, da CMI/Secovi-MG. De janeiro a novembro de 2018, foram comercializados, na capital mineira, 12.917 apartamentos, número 2% maior que o registrado no mesmo período do ano passado (12.667).

O valor médio dos apartamentos comercializados em BH até novembro do ano passado teve alta de 5% em relação a 2017 (R$ 466,6 mil contra R$ 446,5 mil, respectivamente). A inflação no período, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi de 3,59%.

De acordo com o diretor da CMI/Secovi-MG e responsável pelo Data Secovi, Leonardo Matos, apesar da alta no valor dos imóveis comercializados no período, a área dos imóveis negociados cresceu 20%. Sendo assim, o valor do metro quadrado teve uma queda de 13% até novembro do ano passado.

"Observamos que o cliente comprou mais por menos. A tendência é que os resultados de 2018 sejam similares aos de 2017, principalmente em relação ao número de imóveis comercializados. Dessa forma, encerraremos um ciclo de três anos de queda, com estabilidade no segmento. Os números também sinalizam a recuperação do mercado imobiliário para este ano", declara.

Em relação ao volume de venda de imóveis em geral (residenciais e comerciais), o mercado apresentou estabilidade. Até novembro do ano passado, foram registrados 18.859 negócios; no mesmo período em 2017, o número chegou a 18.992, o que representa uma leve redução de 0,3%. Quanto ao valor dos imóveis comercializados, houve alta de 2%: R$ 449 mil (até novembro de 2018) e R$ 439 mil (até novembro de 2017).

Leonardo Matos destaca que este ano deve ser o melhor para a compra da casa própria. Isso porque os preços dos imóveis ainda continuam estáveis, há uma grande oferta no mercado, o financiamento está facilitado e a taxa Selic está em 6,5% ao ano, o menor patamar da história. "Esta é a hora de fazer um bom negócio", afirma.

Fonte: Jornal Estado de Minas, página 51 - 20/01


Copyright © 2018 - SecoviMG Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por