Área do associado Área do aluno Anuncie aqui

Caixa reduzirá os juros do crédito habitacional ainda neste mês

"Muito em breve, nos próximos dias, acho que a Caixa possa anunciar uma redução de taxa de juros para recursos captados da poupança e do mercado também", disse Occhi a jornalistas em evento no Rio de Janeiro. "Vamos trazer mais competitividade e queremos competir mais com o mercado já que não fizemos nenhuma redução de juros no ano", adicionou.

O banco também divulgará até a semana que vem o resultado de 2017, que, segundo o presidente da Caixa, teria sido o melhor da história devido aos esforços internos e à redução de custos. "Falta apenas relatório final da auditoria independente... Foi o melhor da história e estamos no caminho certo", afirmou.

Orçamento - De acordo com Occhi, a Caixa tem um orçamento para 2018 de R$ 82,1 bilhões para investimentos habitacionais no País. Do total, R$ 58,8 bilhões virão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), R$ 12,7 bilhões do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e o restante de outras fontes.

"Temos R$ 82 bilhões para habitação em 2018... sempre há revisão dos investimentos em habitação a cada semestre para que a gente possa efetivamente investir", disse o presidente do banco de fomento.

Occhi afirmou que a meta da Caixa e do governo é financiar cerca de 650 mil novas unidades habitacionais, especialmente do Minha casa, minha vida, nos próximos anos. Para auxiliar nesse processo nos próximos anos, o presidente da Caixa disse que conversa com o governo sobre a criação da Letra Imobiliária Garantida (LIG), que seria complementar à caderneta de poupança.

CSN - Occhi ainda afirmou que as portas da Caixa estão abertas para renegociação da dívida da CSN. O banco é um dos principais credores da siderúrgica de Volta Redonda (RJ), ao lado do Banco do Brasil. Juntas, as instituições têm quase metade da dívida da CSN.
"Estamos dispostos a discutir, analisar e fazer o melhor com a CSN", disse o presidente da Caixa, sem detalhar as condições que podem ser oferecidas à empresa. 


Fonte: Diário do Comércio 

Copyright © 2018 - SecoviMG Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por